Início Notícias “Não existe um político sequer que exerça mandato sem ter sido eleito...

“Não existe um político sequer que exerça mandato sem ter sido eleito pelo povo”, observa Gilmar Carvalho

Parlamentar concedeu entrevista ao Jornal da Xodó em Rede.

Ao conceder entrevista nesta quarta-feira,25, ao Jornal da Xodó em Rede, o jornalista, radialista e deputado estadual Gilmar Carvalho não fugiu ao estilo que o consagrou quer seja enquanto comunicador ou político. Em conversa com os âncoras Welder Ban e Eduardo Carvalho, Gilmar que durante algum tempo ficou sem partido, justificou o porquê de ter  se filiado ao PSC, tendo em vista a obrigatoriedade da Legislação Eleitoral  de que para lançar-se com candidato a cargos eletivos é preciso estar filiado a um partido político. “Essa escolha foi meramente pessoal e em reconhecimento ao trabalho do deputado André Moura. “Não estou pedindo a André para ser meu parente. Mas não existe na história de Sergipe um parlamentar que tenha trazido pelo menos 70% do que André destinou para o nosso Estado. Ingressei no PSC por ter autonomia para tomar minha decisões; e assim, poderei escolher o segundo senador e o meu candidato ao governo”, relatou.

Afirmando que ira disputar a reeleição e observando que o pleito que está por vir será atípico, o deputado foi indagado se está propenso a apoiar algum candidato ao governo. Antes de apontar méritos nos candidatos, no entanto, Gilmar  observou que atualmente, diante de inúmeros casos de corrupção,  a classe política encontra-se com a imagem arranhada junto ao eleitorado. “Infelizmente a classe política é formada, em sua maioria, por gente que não presta. Há méritos em diversos candidatos, mas estamos diante de uma eleição atípica, onde a grande abstenção tem chamado a atenção”, comentou.

Dentro desta linha de pensamento, o radialista conclamou os eleitores a se fazerem presentes às urnas tendo em vista que todas as pesquisas de intenção de votos realizadas até o momento apontam alto índice de abstenção. “Quem se omite, permite. Não existe um político sequer que exerça mandato sem ter sido eleito pelo povo. A raiz de mudança toda  é o eleitor. No dia 7 de outubro é ele que irá definir que será ou não eleito. Não adianta ir às ruas e chamar os políticos de corruptos e não exercer nossa cidadania”, pontuou.

Questionado como avaliava o fato de apenas uma das chapas, no caso a governista, ter anunciado sua formatação, o comunicador indicou que as figuras políticas têm sofrido com o descrédito unicamente em virtude de atos por elas praticados. “A classe política perdeu o respeito por si mesma. Antes o pessoal brigava para ser vice. Hoje ninguém quer ter seu nome ligado a escândalos, por isso esta dificuldade”, afirmou.

Por fim, o parlamentar analisou os índices que apontaram o estado de Sergipe como um dos mais violentos do país e a cidade de Aracaju como uma das mais violentas do mundo, como demonstrado no Anuário Brasileiro  de Segurança Pública. “Nenhum dos 75 municípios sergipanos ou mesmo as gestões estaduais que se sucederam, preocuparam-se com a politica de combate ao consumo de drogas e ou mesmo, criaram clínicas públicas voltadas ao tratamento de dependentes químicos. Estamos diante de  um estado criminoso e irresponsável. Cerca de 80% dos crimes aqui registrados tem como pano de fundo o tráfico de drogas. Aí querem jogar tudo nas costas da SSP. Falta gestão”, sentenciou.

Por Daniel Villas-Bôas

Da redação Xodó News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais notícias

Comentários recentes