Início Polícia HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE DELITO POR TER DROGADO ADOLESCENTE, SENDO AUTUADO...

HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE DELITO POR TER DROGADO ADOLESCENTE, SENDO AUTUADO PELOS CRIMES DE CORRUPÇÃO DE MENORES, PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E PORTE DE DROGAS, NO ABAIS EM ESTÂNCIA-SE

O SUSPEITO TAMBÉM ESTÁ SENDO INVESTIGADO POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL, EM RAZÃO DA ADOLESCENTE TER RETORNADO A CONSCIÊNCIA HORAS DEPOIS EM UMA PRAIA, DENTRO D’ÁGUA

No final da tarde deste sábado, 26 de junho de 2021, a viatura do BPRV da Polícia Militar, comandada pelo Tenente Eisenhower Alves de Oliveira, atendeu a uma ocorrência no Povoado Abais em Estância-SE, em que a guarnição foi acionada por um popular que viu uma cena peculiar no fim da Rua A próximo ao Pescado Bar próximo a praia, onde uma adolescente estava correndo e pedindo socorro e um homem também corria atrás dela. Quando os policiais militares se aproximaram do local indicado encontraram uma jovem menor de idade (16 anos) em choque bastante transtornada junto com um homem identificado como o irmão por parte de pai da vítima, sendo a pessoa de T. dos S. S., e procedendo a busca nos pertences do suspeito foi localizado um revolver cal.38, com 03 munições intactas, uma arma branca do tipo peixeira de cerca de 40cm, cigarros de substância entorpecente análoga a maconha, uma barraca de cammping, lanterna, pilhas, canivete e equipamentos que se fez presumir que o suspeito pretendia acampar naquele local. Dessa forma, o suspeito junto com a adolescente foram encaminhados para a Delegacia Regional de Estância.

A equipe plantonista da Polícia Civil, comandada pelo Delegado Gregório Bezerra, iniciou diligências preliminares para melhor apurar o fato em análise, tendo em vista que a adolescente declarou que foi “drogada pelo seu irmão e acordou em uma praia, não sabendo o que lhe ocorreu enquanto estava desacordada”. Dessa forma, a Polícia Civil do Estado de Sergipe, acionou o Conselho Tutelar local para colher as declarações da adolescente na presença de sua representante legal (sua mãe) que também acompanhou a sua oitiva. A jovem informou que T. dos S. S. colocou em sua boca um tipo de papel e que após 30min de sua ingestão passou a ter alucinações e perdeu a consciência acordando horas depois já na praia, dentro da água.

O Instituto Médico Legal- IML e o Instituto de Análises e Pesquisas Forenses – IAPF também foram acionados, que na pessoa do Diretor do IML, o Médico Legista Victor Barros, prontamente atendeu as requisições da Polícia Civil e encaminhou a vítima paras as perícias de Toxicológico e exames para verificar se houve relação sexual. O suspeito em seu interrogatório confirmou ter dado a droga a adolescente mas negou ter feito qualquer tipo de ato sexual ou libidinoso contra a jovem, que não convive com a irmã só tendo a visto poucas vezes. Declarou ainda que a arma de fogo apreendida era pra sua defesa e que a droga era pra consumo pessoal.

Com base nas investigações iniciais, o suspeito encontrava-se em liberdade condicional onde responde criminalmente pelos crimes de roubo e crimes do estatuto do desarmamento, estando sujeito a medidas cautelares de restrição de horário e comparecimento mensal. A Polícia Civil do Estado de Sergipe representou pela prisão preventiva do suspeito, por entender que a liberdade deste compromete a garantia da ordem pública, e T. dos S. S. encontra-se preso a disposição da justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais notícias

Comentários recentes