Início Notícias “Em Brasília há empenho e emprenho”, afirma Jackson

“Em Brasília há empenho e emprenho”, afirma Jackson

Ex-governador concedeu entrevista ao Jornal da Xodó em Rede

Se há um político em Sergipe que pode se orgulhar de sua trajetória, é Jackson Barreto (MDB). Ex-deputado federal, ex-prefeito, ex-governador e embora tivesse declarado que encerraria sua vida pública, Jackson reconsiderou sua decisão e assim, é pré-candidato ao Senado, segundo ele, após pedido de grandes lideranças. “Há políticos que têm história com “H” e outros com “E”. À época da gravação do vídeo, o momento era outro, não havia um golpe contra o ex-presidente que me solicitou pessoalmente para continuar e contribuir com a transformação que o Brasil precisa”, disse.

Em entrevista ao Jornal da Xodó em Rede, nesta sexta-feira,27Jackson lembrou que promoveu diversas obras em Sergipe, descartou a existência de uma aliança branca com André Moura (PSC) e  aproveitou para alfinetar o parlamentar que constantemente afirma ter conseguido empenhos que ultrapassam a marca de R$1,3 bi para serem investidos no Estado. ” Ao longo da minha vida ultrapassei essa marca, não há em Sergipe uma cidade sequer que não tem obras feitas por Jackson Barreto, essas obras ultrapassam e muito esse montante. Em Brasília há empenho e emprenho. Anunciar recursos é fácil, mas haver a liberação é outra coisa”, observou.

Na oportunidade, o ex-governador comentou também, sobre um episódio que sempre é lembrado pela imprensa, sua saída da prefeitura e afirmou ter sido vítima de uma conspiração. ” Assim como ocorreu com Lula, fui retirado da prefeitura mediante um golpe”, declarou.

Ainda que seja integrante do MDB, mesmo partido do presidente Michel Temer, JB tem enaltecido os mandatos de Lula e Dilma e assim destacado as transformações políticas e sociais por estes promovidas. Questionado pelo âncora Williame Lima sobre qual avaliação fazia em torno dos recentes episódios envolvendo parlamentares ligados à bancada governista, o mdbista não poupou críticas.”A turma do temer destruiu o país. Se gritar pegar ladrão não fica um meu irmão”, sentenciou.

Por Daniel Villas-Bôas

Da redação Xodó News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais notícias

Comentários recentes