Início Notícias Junior Cigano nocauteia Tai Tuivasa no segundo round e pede revanche contra...

Junior Cigano nocauteia Tai Tuivasa no segundo round e pede revanche contra Overeem

Brasileiro tem primeiro round duro, mas se recupera e nocauteia australiano, encerrando a sua invencibilidade de dez lutas e vencendo duas vezes seguidas pela primeira vez desde 2012.

No MMA, não se deve jamais perder a atenção ao se enfrentar um campeão. A lição foi aprendida pelo australiano Tai Tuivasa, que começou bem a luta principal do UFC Adelaide contra o brasileiro Junior Cigano, mas foi derrubado em um segundo de desatenção. Com uma atuação consciente e cerebral, o brasileiro aproveitou o erro do jovem australiano para conseguir o nocaute técnico aos 2m30s do segundo round, chegando à 20ª vitória em 25 lutas na carreira e chegando à primeira sequência de dois triunfos desde 2012. Já Tuivasa perdeu a invencibilidade de dez lutas e sofreu a primeira derrota da carreira.

– Eu sabia que esse cara era duro, mas ele é muito mais duro que eu imaginava. Ele me acertou um chute muito forte na perna, que me deixou com dificuldades de caminhar. Meu plano é sempre buscar o nocaute, e felizmente hoje eu consegui o meu objetivo. Agora, o que eu quero é uma revanche contra Alistair Overeem – disse Cigano após a luta.

A luta

A luta começou com Tuivasa mostrando muito ímpeto, indo para cima de Cigano em velocidade, forçando o brasileiro a se esquivar e o fazendo parar na grade. O brasileiro buscava os socos no tórax do australiano, que usava seu maior peso para travar a luta na grade. Após tentar um chute rodado, Cigano lançou um overhand que passou raspando ao rosto de Tuivasa. O australiano também tentou aplicar um overhand, que passou no vazio. De volta à grade, Tuivasa pressionava Cigano com a sua cabeça na do brasileiro, encaixando uma cotovelada no rosto do brasileiro. A luta voltou ao centro do octógono e o australiano perdeu o equilíbrio com uma joelhada de Cigano. Tuivasa acertou um forte chute na perna esquerda do brasileiro, que perdeu o equilíbrio. Cigano tentou travar a luta na grade, mas o australiano terminou o round acertando cotoveladas e socos.

Na volta para o segundo round, Cigano tentou manter Tuivasa à distância com um jab, mas o australiano encaixou dois golpes duros que balançaram o brasileiro. Cigano não conseguia se movimentar corretamente, mas, após uma troca de golpes curtos, o brasileiro encaixou dois golpes, de esquerda e de direita que derrubaram o australiano. Mesmo atordoado, Tuivasa tentava travar os braços do brasileiro, mas Cigano livrou-se da posição e montou para iniciar uma sequência de golpes que, aos poucos, foram atordoando o australiano até que o árbitro Herb Dean interrompeu a luta, decretando a vitória do brasileiro.

Confira os resultados das demais lutas do evento:

CARD PRINCIPAL

Junior Cigano venceu Tai Tuivasa por nocaute técnico aos 2m30s do R2

Mauricio Shogun venceu Tyson Pedro por nocaute técnico aos 43s do R3

Justin Willis venceu Mark Hunt por decisão unânime (triplo 29-28)

Tony Martin venceu Jake Matthews por finalização a 1m19s do R3

Sodiq Yusuff venceu Suman Mokhtarian por nocaute técnico aos 2m14s do R1

Jim Crute venceu Paul Craig por finalização aos 4m51s do R3

CARD PRELIMINAR

Alexey Kunchenko venceu Yushin Okami por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)

Wilson Reis venceu Ben Nguyen por decisão unânime (triplo 30-27)

Keita Nakamura venceu Salim Touahri por decisão dividida (30-27, 28-29 e 29-28)

Kai Kara-France venceu Elias Garcia por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-26)

Christos Giagos venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (29-28, 29-27 e 30-28)

Damir Ismagulov venceu Alex Gorgees por decisão unânime (30-25, 30-26 e 30-26)

Fonte: Combate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais notícias

Comentários recentes